Idalécio 2018-10-11T16:50:29+00:00
PT | EN
IDALÉCIO

Idalécio é um artista outsider, auto-didacta, nascido em 1952, numa aldeia do interior do distrito de Aveiro.
Na casa rural onde cresceu como órfão, foi criando espontaneamente sem pretensões artísticas nem interesse em revelar o acervo que foi acumulando ao longo da sua vida.
Foi um feliz acaso que nos levou até ao mundo secreto deste metalúrgico sexagenário. Lá chegados, a surpresa não poderia ter sido maior, pois esperavam-nos mais de um milhar de pinturas e algumas centenas de esculturas, que só os familiares mais chegados tiveram, até hoje, oportunidade de apreciar.
Parte dos quartos e salas da casa do tio com quem viveu desde a sua meninice foram por ele convertidos em galerias surrealistas, totalmente preenchidas pelas suas invulgares criações, enquanto que a outra parte da casa funciona como

um museu, onde preserva a memória de várias culturas populares vividas e descontinuadas ao longo de quase um século. Tudo apresentado num imenso caos organizado como resultado de um processo entrópico obsessiva e meticulosamente controlado pelo artista.
Foi na exposição “D’Idalécio… Todos Temos um Pouco”, inaugurada na galeria Cruzes Canhoto em Abril de 2016, que as suas esculturas e os seus quadros foram mostrados ao público pela primeira vez, mas só após cinco meses de múltiplos encontros e conversações no sentido de quebrar a resistência de Idalécio em expôr o seu trabalho.
Apesar de ter vendido mais de 300 peças de arte, Idalécio prefere manter-se anónimo e continua a trabalhar na fábrica onde sempre trabalhou, criando apenas nos seus tempos livres.

“Pretensões a ser artista… não tenho, nem isso me interessa.”

Todas as obras expostas no espaço da Cruzes Canhoto estão agora disponíveis para aquisição online.
Para o fazer, entre em contacto directo com a galeria.

PINTURAS

ESCULTURAS

Outras peças de Idalécio podem ser vistas nas páginas destas exposições:
Idalécio – Metalúrgico Sexagenário
D’Idalécio, Todos Temos Um Pouco
Vade Retro