Martinho 2020-03-26T00:24:21+00:00
PT | EN
MARTINHO

De origem ribatejana, mas a viver em Ovar desde há muito, Martinho (n. 1970, João Pedro Coutinho) escolheu formar-se em design.

Desassossegado e desalinhado por natureza, cedo encontrou na expressão plástica o conforto para as suas inquietudes mentais. Não cria, porém, para o meio artístico, nem em busca de fama. Tampouco se leva demasiado a sério nessa sua ocupação. Faz arte como catarse, criando de uma forma compulsiva e visceral. Isso é perceptível em toda a sua obra, embora de forma não óbvia, tanto nas pinturas como nos objectos escultóricos.

As suas collages e assemblages, aparentemente caóticas e abstractas, apresentam, na verdade, narrativas que relatam situações do seu quotidiano atormentado. Acontece que esse quotidiano não é património exclusivo do Martinho – é comum a muitos de nós, e é isso que torna a obra dele tão estranhamente atraente, impressiva e empática.

Depois de um primeira exposição a solo, em 2018, no Centro de Arte de Ovar, apresenta em Março de 2020 “Sem Juízos”, na galeria Cruzes Canhoto, no Porto.

Todas as obras expostas no espaço da Cruzes Canhoto estão agora disponíveis para aquisição online.
Para o fazer, entre em contacto directo com a galeria.

Outras peças de Martinho podem ser vistas na página:
Exposição “Sem Juízos”