GALERIA 2023-10-25T00:10:38+00:00
PT | EN

Uma galeria de nichos

Dos diabos de Rosa Ramalho (Barcelos, Portugal) até às Vivian Girls de Henry Darger (Chicago, EUA), há todo um mundo marginal, pleno de magia, mito e fantasia, à espera de ser descoberto.
A Cruzes Canhoto propõe-se embarcar na aventura de desvendar esse universo fantástico, de cores e formas fora do comum, com origem nas entranhas mais profundas e remotas da natureza humana, de uma forma apaixonada e sensitiva, indiferente às convenções dos mercados da arte.
As peças exibidas na galeria são criadas por pessoas com universos mentais absolutamente singulares, na sua maioria autodidactas visionários que se exprimem de forma intuitiva, sem quaisquer pretensões comerciais ou ambições de celebridade.
Única no seu género na Península Ibérica, reúne no mesmo espaço obras de arte bruta, primitiva e popular.

EM BUSCA DA INOCÊNCIA PERDIDA

ARTE BRUTA

Art Brut, um termo cunhado em 1945 pelo artista plástico francês Jean Dubuffet, define a arte dos inadaptados, dos loucos, dos visionários, dos médiuns, dos alienados em geral. Confunde-se com outras expressões marginais, como a Outsider Art, a Singular Art ou a Folk Art, sendo em muitos casos difícil definir as fronteiras de cada um dos géneros.

ARTE PRIMITIVA

É também conhecida como Arte Tribal, Art Premier, Arte Etnográfica ou Arte não-Ocidental..
Na sua forma mais básica e menos contaminada, é a expressão artística que mais se aproxima da essência humana, impenetrável ao discurso racional e acessível somente pela via sensível.

ARTE POPULAR

Apesar da inevitável contaminação de culturas, é entendida como representação individualizada de uma colectividade ou de um grupo determinado – social, económico ou cultural. Da mesma forma que na arte dita primitiva, as criações são normalmente produzidas por autodidactas, sem qualquer formação académica, e são transmitidas de geração em geração.

Últimas exposições

23 Setembro > 10 Dezembro 2023
Uma mostra das esculturas minimalistas criadas pela etnia Adan (Adangbe, Dangbe) para uso em práticas vodu, no sudeste do Gana, junto ao lago Volta.

14 Janeiro > 7 Maio 2023

Celebrando o seu sétimo aniversário, a galeria Cruzes Canhoto apresenta uma exposição colectiva com obras de sete dos seus artistas mais representativos.