PT | EN

GALERIA

Dos diabos de Rosa Ramalho (Barcelos, Portugal) até às Vivian Girls de Henry Darger (Chicago, EUA), há todo um mundo virgem, bruto e primitivo, de magia, mito e fantasia, à espera de ser descoberto.

A Cruzes Canhoto propõe-se embarcar na aventura de desvendar esse universo fantástico, de cores e formas fora do comum, com origem nas entranhas mais profundas e remotas da natureza humana, de uma forma apaixonada e intuitiva, indiferente às convenções dos mercados da arte.

Única no seu género na Península Ibérica, reúne no mesmo espaço obras de arte bruta, primitiva e popular.